Início/Empresas/IBM/Watson/A I.A. irá impactar todas as áreas de trabalho

A I.A. irá impactar todas as áreas de trabalho

7 de maio de 2019|

Quem pensa que só call centers que está condenado, engana-se. Com a Revolução Industrial, no século XVIII, os donos do meio de produção conseguiram criar a cultura de formação de mão de obra humana: estude, trabalhe, e no final da vida, aproveite.

O que impede que você crie e treine uma Inteligência Artificial. para trabalhar para você, enquanto você está viajando com a família??!?!

Como a I.A está cada vez mais acessível, muitas pessoas estão estudando e vendo como aplicá-las de forma útil à sociedade. Assim nasceu a Roberta, a Assistente Virtual da Unimed Fortaleza, onde montei uma POC, que foi apresentada aos gestores. Após entenderem as vantagens do uso da Inteligência Artificial, estão aplicando em vários setores da empresa. Atualmente, a Roberta atende mais de 16 mil clientes por mês e abriu novos canais de comunicação com os clientes.

Em alguns anos, as ferramentas de I.A. serão commodities e as empresas que souberem como usá-las terão vantagens. Tão importante quanto saber o que é I.A. é saber onde e, principalmente, como aplicá-las.

Empresas me chamam dizendo que querem usar Inteligência Artificial, porém percebo que grande parte não tem ideia como implementá-las. E esse é meu papel: criar uma metodologia, treinar a Inteligência Artificial. e os funcionários para que consigam aproveitar das vantagens do uso da Inteligência Artificial.

E para quem ainda não entendeu, a China está avançando vorazmente na pesquisa da I.A. Veja esse artigo do TecMundo.

A plataforma chinesa Ping An Good Doctor demonstrou uma cabine de atendimento médico operada por Inteligência Artificial. Nela, o paciente fala sobre seus sintomas com um médico virtual chamado Cloud Doctor, que analisa o histórico de saúde da pessoa e oferece um diagnóstico, o qual é enviado para a aprovação de um médico “real” e pode disponibilizar medicamentos na hora.

As chamadas Clínicas de Um Minuto, com IA, devem ser implementadas na China em até 3 anos, podendo levar atendimento médico para um número maior de pessoas que não têm acesso fácil a tratamentos particulares ou hospitais. As cabines devem ser instaladas em todos os lugares, indo de escolas até shoppings e mercados.

Sobre o Autor:

Por conta do vício em tecnologia, sou chamado de usuário.... mas quem não é? Mas sóbrio o suficiente para saber que é apenas um meio. O que realmente importa é são resultados produzidos!