Início/Tecnologias/IoT/Internet das Coisas: plataforma dojot já funciona integrada à rede pública com tecnologia Sigfox | CPqD

Internet das Coisas: plataforma dojot já funciona integrada à rede pública com tecnologia Sigfox | CPqD

24 de fevereiro de 2018|Tags: |

A plataforma aberta dojot, desenvolvida pelo CPqD com o objetivo de facilitar a criação de aplicações de Internet das Coisas (IoT), já está integrada à rede pública de conectividade com tecnologia Sigfox. – que está sendo implantada no país pela WND Brasil.

Essa integração é um dos objetivos principais do acordo firmado entre o CPqDe a WND, em 2017, visando a aceleração da oferta de soluções IoT baseadas no uso de redes dedicadas, com infraestrutura de baixo custo e arquitetura otimizada para o envio de mensagens curtas pelos dispositivos conectados.

“A rede da WND Brasil hoje já atende a praticamente todas as capitais brasileiras, além de estar disponível também em 70% dos municípios com mais de 200 mil habitantes. Já são cerca de 120 milhões de pessoas atendidas. A rede segue sendo ampliada em regiões que permitam o desenvolvimento de aplicações em diversos setores da economia brasileira”, afirma Alexandre Reis, COO do Grupo WND. Segundo ele, a previsão de investimento é de US$ 50 milhões em três anos, quando 80% do PIB nacional deverá estar coberto com a rede da WND Brasil.

“Com a integração com a dojot, os diversos dispositivos conectados a essa rede já podem se comunicar com aplicações IoT baseadas nessa plataforma aberta, que está sendo adotada por várias empresas e desenvolvedores de soluções”, explica Maurício Casotti, responsável de Marketing da dojot no CPqD. Construída com base em ferramentas open source, a plataforma possui código aberto, o que estimula a inovação aberta e facilita a construção de um ecossistema voltado à oferta de soluções IoT adequadas à realidade brasileira. “Esse é, justamente, o objetivo do trabalho realizado em parceria com a WND, ao integrar a dojot aos dispositivos que utilizam o padrão de conectividade Sigfox”, acrescenta Casotti.

Fonte: Internet das Coisas: plataforma dojot já funciona integrada à rede pública com tecnologia Sigfox | CPqD

Sobre o Autor:

Por conta do vício em tecnologia, sou chamado de usuário.... mas quem não é? Mas sóbrio o suficiente para saber que é apenas um meio. O que realmente importa é são resultados produzidos!