Início/Indústrias/Internet/Impacto da Internet na música

Impacto da Internet na música

14 de janeiro de 2017|Tags: , , , |

O surgimento da internet quase levou a indústria fonográfica a bancarrota. Na verdade por causa de uma só pessoa que criou o Napster para compartilhar músicas. Desde então as gravadoras declaram guerra à rede mundial de computadores (leia-se, com seu próprio público alvo).

Antigamente (um amigo que me contou, pois não sou dessa época :D), para levar a música com a gente, tínhamos que copiar do vinil para o cassete e então para o walkman. Para conhecer músicas novas, tínhamos que pegar a fita cassete de um amigo e usar um gravador double deck para copiar. Uma fita de 90 minutos levava apenas 90 min para copiar 😉 E se seu gravador tivesse alta velocidade, levar menos tempo, uns 45 min 😀

Recentemente as pazes foram feita graças ao streaming. Nada mais prático do do que apertar o play num app do smarphone e, atém de escutar suas músicas em qualquer lugar, também ter acesso a milhares de músicas.

Tenho testado várias empresas de streaming e surgiu um “problema” que me deixou #chateado: como levar minhas playlists?

Após uma busca no Oráculo achei soundiiz.com que permite, facilmente, copiar suas playlist entre várias serviços como Spotfy, Deezer, Soudcloud, Tidal e muitos outros.

Mas o que me deixou fascinado foi de que ele também conecta com o Youtube. Dessa forma, é possível ter transformar as playlists de áudio em clips. Sua própria MTV 😉

Sobre o Autor:

Por conta do vício em tecnologia, sou chamado de usuário.... mas quem não é? Mas sóbrio o suficiente para saber que é apenas um meio. O que realmente importa é são resultados produzidos!