Início/Dicas Marotas, Internet/Bloqueio eficaz e gratuito a sites indesejados

Bloqueio eficaz e gratuito a sites indesejados

24 de novembro de 2014|

Sei que normalmente publico assuntos de nível avançados, mas sempre que alguém tem dúvidas, eu explico. O assunto de hoje é bastante técnico, mas se resume em uma frase: “bloqueie os sites que você não queria que seu computador acesso. Gratuitamente e sem instalar softwares”.

A rede mundial de computadores (é o novo!) é baseada na tecnologia TCP/IP que são duas camadas do modelo OSI, em que a TCP, a camada de aplicação, garante a entrega e a IP, camada de transporte, que garante, por incrível que parece, o transporte 😉

Mas os pais da internet perceberam que decorar google.com.br seria mais fácil do que 173.194.118.95. Dessa forma nasceu o DNS, que é um arquivo que diz o IP de cada site. Dessa forma, poderíamos “dizer” youtube.com que o DNS convertia para 173.194.118.37 (que é o IP que mencionei acima).

Bem, se você está lendo até aqui, parabéns. E se entendeu algo do que foi escrito, você faz parte de um grupo seleto… de nerds..

Mas agora sim, vou dizer como bloquear, gratuita e permanentemente, qualquer site. Hoje em dia, não se usa mais o arquivo de DNS para fazer a conversão de URLs para IPs, pois a volume e sites é imenso. Mas em todo computador que acessa internet, continua tendo tal arquivo que chama-se HOSTS. Para bloquear qualquer site basta editá-lo e acrescentar a URL segundo do IPs 127.0.0.1 (que é o autoteste da pilha TCP/IP, o mesmo que localhost). Por exemplo, quando alguém digita XVIDEOS.COM, o servidor de DNS diz que o IP é 141.0.174.41. Porém quando editamos o arquivo HOSTS em nosso computador dizendo que XVIDEOS.COM é o IP 127.0.0.1, ele irá procurar o site em seu computador, porém não achará, uma vez que você não tem a cópia do site em questão.

RESUMINDO: quer bloquear um site? Edite o arquivo que está em sua máquina chamado HOSTS e acrescente a “URL 127.0.0.1” (sem as aspas).

Sobre o Autor:

Por conta do vício em tecnologia, sou chamado de usuário.... mas quem não é? Mas sóbrio o suficiente para saber que é apenas um meio. O que realmente importa é são resultados produzidos!